Artigos

A Polividência – Chacra Coronário

A cabeça é um mundo rodeado pela brilhante luz do Cinturão Zodiacal.

 

O Chacra Coronário é o “Lótus das Mil Pétalas”, é a Coroa dos Santos, é o Olho de Diamante.

 

O Chacra Coronário é o Olho de Brahma, o Olho de Dagma.

 

 

 

Com este Chacra podemos estudar os Registros Akáshicos da Natureza e elevar-nos ao êxtase ou Samadhi, para penetrar no mundo dos deuses.

 

Este Chacra se desperta praticando Magia-Sexual intensamente com a mulher.

 

Todo aquele que desenvolve a glândula Pineal, se converte em um mago terrível e poderoso.

 

Aquele que abra o Olho de Diamante, pode fazer maravilhas e prodígios como os que fez o Divino Rabi da Galileia, ao passar pela terra.

 

Este Chacra tem 1.000 pétalas.

 

O homem que faz subir a Kundalini até a cabeça, desperta o Chacra Coronário. Este Chacra é o Sétimo Selo do Apocalipse.

 

O homem que faz subir a Kundalini até a cabeça se une com o ÍNTIMO e se converte em um Deus terrível e poderoso.

 

Quando a Alma se une com o ÍNTIMO, o homem se torna um anjo.

 

Os Vinte e Quatro Anciões lançam suas coroas aos pés do CORDEIRO.

 

Os Chacras estão todos conectados a Coluna Espinhal.

 

Na Coluna Espinhal existem Sete Centros.

 

Cada um destes Centros está relacionado com seu correspondente Chacra; essas são as Sete Igrejas de que nos fala o Apocalipse.

 

Estes são os Sete Selos que o Cordeiro abre com sua Espada Flamígera.

 

Estes são os Sete Selos que a Kundalini abre para converter-nos em deuses.

 

“E vi na mão direita do que estava sentado sobre o TRONO, um livro escrito por dentro e por fora, selado com Sete Selos”. “E vi um forte Anjo predicando em alta voz: Quem é digno de abrir o livro e desatar seus Selos?” (Vers. 1 e 2, Cap. 5: Apocalipse)”.

 

“E olhei quando o Cordeiro abriu um dos Selos, e ouvi um dos quatro animais dizendo com uma voz de trovão: Vem e vê”.

 

“E olhei, e eis aqui um cavalo branco: e o que estava sentado sobre ele tinha um arco, e lhe foi dada uma coroa e saiu vitorioso para que também vencesse”.

 

“E quando se abriu o Segundo Selo, ouvi o segundo animal que dizia: Vem e vê”.

Deixe uma resposta

*