Artigos

Astrologia Esotérica – Interpretação da Obra de Johfra – Capricórnio

ASTROLOGIA ESOTÉRICA – CAPRICÓRNIO

Capricórnio: SATURNO, o planeta da obstrução, se mostra por todas as partes nesta pintura; este planeta se manifesta muito duro em todos os casos.
Os nativos são débeis em sua infância e requerem grandes cuidados para que sobrevivam; porém, uma vez alcançada a etapa adulta, a maturidade, Saturno infundirá suas qualidades de conservação, e tais pessoas podem chegar a ser anciões, chegar à longevidade. São precisamente os anciões os heróis do capricórnio, e os verão de tal maneira como se fossem os avós dos personagens prediletos.
O ANCIÃO DOS DIAS, com sua alfanje, e seu relógio do tempo, preside o vaivém da vida e da morte.
HÉRCULES, nosso Cristo Íntimo, não é outro senão a própria ALMA em processo de CRISTIFICAÇÃO.
HÉRCULES, desde muito pequeno, ainda acabado de nascer, tem que se debater com as SERPENTES DO MAL, as quais destrói, enquanto que de pé sobre o crocodilo da libido sexual, como no Arcano 21 (A TRANSMUTAÇÃO), guarda o equilíbrio e continua sempre a luta. Já crescido, segue pisando a Serpente, enquanto eleva os braços até a CABRA, ao LÚCIFER INTERIOR, a libido sexual processada e transmutada, que faz aparecer ao fundo a Luz do Real Ser Interno que emana por detrás da ROCHA, sobre a qual se edifica a IGREJA-TEMPLO.
Da rocha viva nascem as CRIANÇAS, as várias virtudes da Alma, enquanto que a Cabra do desejo sexual se porta majestosa sobre o Templo como um dardo, enquanto que, permanecendo firme, projeta-se majestosa aos céus.
As rochas lembram, no primeiro plano, à maneira de um portal, uma concavidade que nos mundos onírico-simbológicos representa uma MULHER, a fêmea encantadora sem a qual nenhuma realização é possível; para maior afirmação de tal esclarecimento, aos pés de HÉRCULES-CRIANÇA, no ângulo inferior esquerdo da lâmina (à nossa direita) sobre a rocha aparece o anagrama que a Igreja Católica tomou do GNOSTICISMO: para simbolizar à VIRGEM MARIA, podemos dizer que se trata de um ângulo em forma de V e outro invertido em forma de A, em cujos cruzamentos passa uma outra linha horizontal para formar, assim, a letra M; e acima dela outra letra M invertida (W), que é representativa das Águas da Vida; por isso o signo de Aquário é representado com tal anagrama, repetido duas ou três vezes, de cima abaixo.
Outro mistério que encerra tal símbolo é a fusão de duas letras X, com a linha cruzada, tal como trabalhamos há mais de 300 (trezentos) anos na ORDEM DE SANTO ANDRÉ DO CARDO, com os mistérios da terrível Aniquilação Budista, pois André é o patrono da MORTE-RESSURREIÇÃO (assim assistiu em seu processo ao CRISTO-SAMAEL) e da DESINTEGRAÇÃO; é por tal razão que esse apóstolo é mostrado crucificado com uma Cruz em forma de X, enquanto que, mesmo estando VIVO , é devorado pelos CORVOS.
Os nativos de Capricórnio devem cuidar de seu sistema respiratório já que estão muito sujeitos a se resfriarem; e já que falamos sobre a respiração, convém recordar da estreita relação que há entre EGO e o tipo de respiração; respira-se de forma muito diferente quando mentimos ou quando temos ciúmes ou ira, de maneira tal que controlar a respiração é um modo de também controlar o ego animal.
Os baixos impulsos do cabrito nos recordam também as tempestades psicológicas infraconscientes que se produzem aparentemente por simples atos nos mundos físicos: uma palavra de ira atrai verdadeiras tempestades nos extratos das quarenta e nove (49) regiões infernais do campo psicológico particular; uma palavra de duplo sentido produz verdadeiros “cataclismos orgiásticos” no mais profundo de si, e é aí quando surgem as poluções noturnas e as lamentáveis perdas do licor seminal, ou Rio das Águas Vivas.
Também são vistos dois significados diferentes no simbolismo do CROCODILO, sobre o qual Hércules-Menino se vê vitorioso: por seu poder agressivo, perigoso e destruídos, no Egito, representava ao demônio, graças à fúria e a maldade deste animal, sendo pois representação do ego animal; e, por outro lado, por sua interação como sendo pertencente ao mundo das águas como ao limo e à vegetação, é emblema da potência fecundadora e da força da libido sexual, de maneira então que resulta ser um perfeito símbolo para o mistério do LÚCIFER INTERIOR, pois como libido sexual compele ao mal, porém podendo ser canalizado para dar Luz e roubar o fogo do diabo. Dada sua relação com o Dragão e a Serpente, constitui por extensão um símbolo de sabedoria, ideia que se relaciona com o signo de Capricórnio, cujo metal é o CHUMBO, e seu Regente é o Logos de SATURNO, de tal maneira que, em se visualizando uma densa e profunda aura de cor NEGRA se pode pedir a este Ser ajuda para a aniquilação de seus defeitos, seja nesse ou em outros casos, para quaisquer pessoas durante o período no qual rege o signo em questão ou para os nativos deste signo em qualquer época.

DEFEITOS
(entre eles, achamos)
Timidez, natureza dominadora; são zelosos e perspicazes, de tal maneira que servem para detetives; não esquecem as ofensas; fracassam ante os obstáculos; desistem quando não podem impor sua vontade; melancolia e tristeza; pessimismo; irritação; são dados a desistências.

CAPRICÓRNIO E O AMOR
Sério, estável e profundo, o saturniano capricorniano se apresenta com uma capa externa de grande frieza, reservado em sua ternura, tímido no amor. Demasiado sério para se mostrar extrovertido e confiante. Se se casa jovem, geralmente o faz com uma pessoa muito mais velha, graças à sua admiração pela experiência e a idade. Porém, quando se casa tarde, o faz já bastante entrado na idade. Juntamente com Virgem, graças à sua frieza, dão maior número de solteiros. Dada sua reserva, pode crescer com o sentimento de falta de carinho, o que desequilibra o seu caráter, quando já crescido. Muito teimoso, o qual é o seu principal defeito, será esta a principal causa de desavença com o companheiro, além da sua demasiada seriedade. É reservado na maneira de amar; demonstra tão pouco seu afeto, enquanto não estiver seguro do amor de seu par, o que normalmente desalenta os pretendentes.
Sumamente fiel, está longe da volubilidade de entregar-se a aventuras. Sempre misterioso e distante, pode chegar a ser possessivo, ciumento e exclusivista, sendo ademais intensamente exigente. Gosta de se rodear de intimidade e silencio em seus amores, não se importando distanciar-se da sociedade, de tal maneira que viva intensamente com a pessoa amada.

O HOMEM DE CAPRICÓRNIO
Sério, possessivo e forte, conservador em suas manifestações, circunspecto em seus gostos, é também de forte sensualidade. É demasiado saturniano para se desvanecer em galanteios. Obstinado e teimoso, só por se opor, não admite que outro esteja com razão, ainda que no fundo saiba que está equivocado. Disposto a se sacrificar por uma satisfação, jamais dá um passo precipitado, menos ainda no amor, onde depois de medir muito bem o terreno é que se decide a dar o passo seguinte; escolhe sua companheira de matrimônio com grande calculo e precisão, pois olha para o futuro e o considera coisa séria; parece ser demasiado frio e calculista. No entanto tudo isso está na superfície, porque dentro de si necessita de amor, mesmo que passe a sua vida sem ele, pelo fato de nenhuma mulher amoldar-se ao seu ideal. Sua mulher será sua posse, dar-lhe-á todas as comodidades para que não se sinta prisioneira, porém não irá querer que ela abra suas asas e escape do seu contínuo cuidado. Economizador, quererá melhorar continuamente.
Sua seriedade saturniana necessita ser dosada por uma mulher que saiba entendê-lo e tirá-lo da monotonia cerimonial que o rodeia. Tem uma demasiada tendência a ser rancoroso, dificilmente esquece e tende a estar recordando não raras vezes tais momentos desagradáveis, porém, de todas as maneiras, mesmo que lentamente, para que sua companheira possa escapar do rol de dona-de-casa, precisa permitir que seu esposo “escape” nos seus negócios, a outros lugares. Sua mulher precisa ter paciência, e ele necessita acabar com o eu psicológico da demasiada sobriedade.

A MULHER DE CAPRICÓRNIO
Quando meninas, são velhas, e quando velhas, são meninas, à medida que passam os anos, vão sendo mais formosas e faceiras. Sua frieza externa se conjuga com um atrativo especial: desperta no sexo oposto o mistério do desconhecido e o gosto por descobri-lo, o amor repentino e tempestuoso não são suas características.
Com grande parcimônia, vai deixando penetrar a Eros; logo, depois de longos prelúdios, que podem desconcertar a seu companheiro. No entanto, quando se entrega, o faz sem dúvidas.
Meditativa e calma, dedica-se com tenacidade às tarefas que empreende, escapa definitivamente dos moldes do “comum”, e se envolve no maravilhoso véu do estranho.
Exigente e severa, vive com intensidade o que propõe a si mesma, desde um pequeno trabalho a um amor; porém, não tolera o engano, pois lhe agrada entregar cegamente sua confiança a quem está segura de que lhe corresponda com sinceridade. Com o tempo vão se fazendo menos severas e mais acessíveis.
Verdadeiramente inflexível em suas coisas, chega ao ponto de ir contra tudo, mesmo sabendo que não está certa; quando a afirmação que sustenta é correta, irá levá-la ao êxito, ao contrário irá teimosamente tropeçar contra todo o tipo de sérios obstáculos; porém, persistirá apesar de tudo.
A seriedade de Saturno, uma vez alcançada a base, ou bem-estar material, dá campo às suas especulações filosóficas acerca da vida, das ciências ocultas, etc.
Detalhadamente meticulosos ao cuidar de seu lar, deseja que tudo marche com as normas justas, impulsiona tenazmente a seu marido e filhos à consecução do triunfo; sabe se sacrificar se isso for necessário e pretenderá sempre que todos no lar sigam fielmente suas diretrizes.

CAPRICÓRINIO E OS OUTROS SIGNOS

COM ÁRIES: Difícil dupla, pois um é demasiado móvel, o outro um tanto inerte; para o ariano, Capricórnio não tem “coração no peito”, é frio e calculista. Para o cabrito, o carneiro está inconstante, indisciplinado e imaturo. Se ambos se dedicarem a acabar com seus mútuos defeitos, poderão se entender.

COM TOURO: Boa união, se unirem as várias qualidades; ambos amam o conforto e as várias coisas boas da vida. Touro dará o encanto de Vênus, sua sensualidade e senso artístico. Ambos amam a fidelidade e a estabilidade de um bom lar.

COM GÊMEOS: Boa dupla, sobretudo se se complementarem no Centro Intelectual; Gêmeos dará um pouco de ação e brilho mercuriano ao circunspecto cabrito.

COM CÂNCER: Temos aqui a já famosa ação dos opostos complementares; é melhor dar tempo ao tempo para algo se concretizar: o mistério romântico do caranguejo e o mistério severo do cabrito se harmonizarão maravilhosamente.

COM LEÃO: Difícil união; o fogoso leão é demasiadamente apaixonado e inquieto; poderá sentir-se esquecido e não poderá dar evasão ao seu ego dominador e monopolizador. O amor transbordante e passional não se une ao amor firme e sensual.

COM VIRGEM: Será uma boa união se Virgem renunciar aos seus defeitos característicos, isso para que o cabrito o possa entender: Capricórnio não aceita situações inseguras, novelescas e estranhas.

COM LIBRA: Já aqui é o cabrito que necessita eliminar, ou aniquilar, (no mínimo) parte de seu ego animal, no que concerne à demasiada seriedade sentimental, pois a balança é delicadamente venusiana, como que para equilibrar a falta do delicioso sentimentalismo dos enamorados.

COM ESCORPIÃO: Podem se harmonizar muito bem se cada um tira do que tem e põe no que falta (em relação ao seu ego). Ambos são firmes, ambiciosos, tenazes, disciplinados e decididos a triunfar.

COM SAGITÁRIO: Boa dupla; Sagitário dará mobilidade ao estático Capricórnio e este, por sua vez, dará ao arqueiro a solidez que se requer.

COM CAPRICÓRNIO: São muito estáticos; ambos necessitam se propor a sair do tédio e da frieza que impõe Saturno, para não morrerem de aborrecimento; lograrão o triunfo no futuro.

COM AQUÁRIO: É difícil, pois o aguador resultará demasiado sonhador e projetado ao quase irrealizável, o que o cabrito não poderá suportar, pela insegurança que tanta mobilidade aquariana lhe proporciona.

COM PEIXES: Podem se harmonizar; porém, Capricórnio precisa dar mais afeto e consideração, para não ferir ao susceptível peixinho. Peixes pode chegar a admirar a tenacidade do cabrito e lhe dar um pouco mais de mobilidade; se lograrem a harmonia se transformarão em uma boa união.

Extato da Obra Astrologia Esotérica (Autor Desconhecido)

anterior

próximo

Uma resposta para "Astrologia Esotérica – Interpretação da Obra de Johfra – Capricórnio"

  1. verbenia rosa Enviado em 04/09/2017 às 02:54

    como deu certo esse signo,sou eu todinha!!!!!!

Deixe uma resposta

*