Artigos

O Mistério do Áureo Florescer e o Despertar do Homem

O Mistério do Áureo Florescer

O Embrião áureo começa a surgir quando se vai eliminando de dentro da psique todos os elementos inumanos que constituem o Ego, quer dizer, os defeitos psicológicos.

“Vou andar de bicicleta”, diz o eu do movimento; “que me importa a bicicleta, vou ler um jornal”, diz o eu do intelecto; logo, diante de uma comida, diz o eu do estômago: “nem bicicleta, nem leitura. Tenho fome”.

Como podemos ter individualidade se carregamos todos esses eus legiões em nosso interior? Estamos dormindo, em estado de sono da Consciência.

Quando possuímos o embrião áureo, por direito, começamos a despertar.

Inicialmente, o despertar é incipiente. Uma pessoa dirá: parece-me que estou dormindo. Será que estou dormindo?

Quando uma pessoa reconhece que está dormindo significa que começou a despertar.

A Essência que vai sendo liberada com a morte dos eus psicológicos se soma à essência livre e, assim, começam então a surgir centelhas de lucidez que produzem os princípios do despertar.

Durante o sono do corpo físico, a essência viaja pelo mundo astral, mas dormindo, sonhando. No entanto, as primeiras centelhas de Consciência provocarão essa íntima reflexão: estou dormindo? Estou sonhando?

Quando for crescendo o percentual de essência livre, o aspirante será capaz de dizer com certeza: estou fora do meu corpo físico, estou no mundo astral.

Isso é chamado de O Mistério do Áureo Florescer. É claro que para uma pessoa se dar conta de que está no mundo astral, fora de seu corpo físico, necessita de maior potencial de energia, quer dizer, maior desenvolvimento da pérola seminal.

Antes de passar pelo Mistério do Áureo Florescer deve-se primeiro criar a pérola seminal, isto é: liberar a essência aprisionada.

Uma pessoa pode possuir poderes psíquicos, sair em astral, ser clarividente, e nem assim possuir a pérola seminal. Quem possui a pérola seminal, quem despertou a Consciência, sabe que os poderes são flores da alma, que brotam quando estamos maduros.

Obviamente, a Essência não necessita de tais poderes, ainda que inevitavelmente eles vão surgindo junto com seu desenvolvimento.

O embrião áureo é o Bodhisita desperto, a pérola seminal que com seus  clarões vai produzindo dentro de nós o Mistério do Áureo Florescer. Essa é a Flor Dourada taoísta.

Despertar, porém, não é tudo. É necessário que o embrião áureo se fusione com super alma de Emerson e a super alma de Nietzsche. Só quando a essência se fusiona com a alma, nos convertemos em indivíduos sagrados.

 

Uma pessoa que possui o embrião áureo, que fusionou seu embrião áureo com o manas superior e que ainda fabricou seus corpos solares, os trajes de bodas da alma é, em realidade, um Homem Verdadeiro.

Até chegarmos a esse estágio somos mamíferos intelectuais. Temos o germe do Homem Real, porém precisamos desenvolvê-lo aqui e agora.

Samael  Aun Weor

Deixe uma resposta

*