Artigos

A Mulher

a-mulher.gnosis.brasil

A Mulher

“A mulher é o pensamento mais belo do Criador feito carne, sangue e vida” VM Samel Aun Weor

Falar da mulher é pretender penetrar no mistério, rasgar o Véu de Isis, sem antes compreender que ela em essência é um enigma, só decifrável para os capazes de admirá-la, respeitá-la e adorá-la profundamente.

Não é fácil para encontrar palavras para defini-la, pois ela é o encanto e a mágica alegria da vida, como sábia mãe, como terna filha, como fiel esposa, como irmã ou como somente amiga, é comparável a música que inspira e é possível através dela conquistar a alma.

Ela é na terra a expressão mais viva desse Ser incomensurável chamada Virgem ou Mãe de Deus, que lhe  dota de virtudes e faculdades divinas, para dar e por sua vez proteger a vida, fazendo capaz de enfrentar as situações mais adversas e que, no meio da dor, possa pronunciar a palavra que alenta, estender a mão que acalma e dar o ósculo sagrado que mantém a chama.

A mulher é inerente à vida, à beleza, ao amor, à harmonia, ao pudor, à virtude, à inocência, ao altruísmo e à espiritualidade genuína.

A mulher e a ética vão tomada com as mãos, porque ela que imprime no lar os valores eternos do Espírito; para levar ao cabo este labor, deve tomar como estandarte o amor, o qual se converte no seu melhor aliado e na torrente maior que verte sobre o lar para que a sociedade a tenha como mesma extensão, para que a  sociedade como extensão do mesmo navegue no imenso mar de felicidade.

A grandeza de uma mulher não esta em ser igual ao homem em força, mas poder sim em exercer o equilíbrio com amor e compreensão que são seus dons mágicos.

Contudo, não podemos fugir ou ser alheios à realidade. É uma lastima dizer, mas os tempos em que vivemos não são os mais aptos para que a mulher faça galas de todo seu valor,  elegância e senhorio, pois a mecânica que está sujeita e a falta de auto-estima unidas a uma conduta gregária, ofusca um tanto seu brilho, fazendo-a parecer triste, supérflua, vaidosa, estressada, vazia e escrava, quando deveria ser realmente uma criatura livre, especial e única na criação, como ventre sagrado que cobre a alimenta tudo que de vida existe.

Te convidamos a ser você mesma, original e sem cópia!

Finalmente, felicitamos ao ser maravilhoso que se chama Mulher, e que trabalhe no escritório sublime de Deus, gestando o delicado filme da vida e levando amor, a doçura, a ternura e o esplendor da bondade, para encher de encanto e magia ao majestoso universo!

 Autora

Coromoto  Martinez

Deixe uma resposta

*