Artigos

O enigma da existência – O mistério para solucionar

O Enigma da Existência

 

A vida é um mistério que necessitamos resolver. Precisamos urgentemente solucionar o enigma da existência. Primeiro há que reconhecer o lugar que ocupamos nesse mundo em que vivemos.

 

Enigma da existência

Certamente, nos presumimos muito sábios quando em realidade não somos. Estamos em um estado de hipnose universal e sequer suspeitamos de nós mesmos. Ao estilo socrático, poderíamos dizer: o ser humano não somente ignora, como ignora que ignora. Alguns são os que se pronunciam contra a Verdade, contra o divino arquiteto do Universo, contra o divinal e isso é fácil, porém demonstrar essas asseverações, quão difícil…

Por exemplo, vamos analisar o corpo físico, esse mesmo que possuímos e que poucas vezes nos detemos a estudar. Todo corpo físico é composto de órgãos, os órgãos de células, as células de moléculas, as moléculas de átomos e se fracionamos o átomo liberamos energia, poderíamos dizer, em  síntese, que a matéria está constituída de vários tipos e subtipos de energia. Einstein formulou a teoria: e=mc2 e também disse:  a energia se transforma em massa e a massa se transforma em energia.

Certamente,  todas as ondulações e vibrações energéticas afetam, modulam e transformam a matéria, isso é o lógico. Afinal, o que anima a matéria orgânica? É a própria energia. Todo organismo vivo tem em seu interior um transfundo vital, o Linga-Sharira de Helena Petrovna Blavatsky, o corpo vital dos gnósticos. Esse fundo vital anima toda matéria orgânica, isso ficou demostrado. É verdadeiro que hoje já foi possível criar uma célula artificial, diríamos mais, um cientista muito inteligente poderia criar um óvulo e um zoosperma como cópias idênticas ao dos seres vivos, todavia sairia vida dessa criação?

Será possível dar vida na mesa de um laboratório, assim como o Frankstein? Nenhum cientista no mundo foi capaz de criar um organismo vivo em laboratório. É claro, são capazes de conectar um gameta masculino e um óvulo feminino, mas isso não significa criar a vida. Que cientista seria capaz de criar um gérmen do mais insignificante vegetal e fazê-lo germinar? Isso não é possível, a ciência moderna não conhece o fundo vital e por isso se limita a manipular a mecânica da vida. Unir um zoosperma e um óvulo através da inseminação artificial é jogar com a mecânica da vida.

 

E quanto ao mundo que vivemos? Será que o conhecemos?

 

 O enigma da existênciaÉ lamentável admitir que  só vemos o mundo pela janela dos sentidos e ainda projetamos um sonho do mesmo. Vemos um sonho do planeta, mas não conhecemos o planeta. Um sonho meio pictórico, mas que de forma alguma é de verdade o planeta mesmo. Nesse planeta, por exemplo, existem outras humanidades.

Não somos únicos aqui, em realidade, existem outras humanidades que povoam essa Terra. Existe ainda a humanidade edênica, nem todos os seres humanos saíram do éden, existe ainda uma humanidade paradisíaca.

Por que não os vemos? Porque não temos mais as faculdades necessária para perceber a verdade. Olhamos, mas não vemos, como assinalam as sagradas escrituras. Em realidade, assim como estamos, todos nós somos mamíferos intelectuais. Manejamos tão só uns três por cento de consciência, se tivéssemos dez por cento de consciência desperta não haveria guerras, miséria, ódio, o mundo seria todo um paraíso, o que obviamente não é.

O que a GNOSIS propõe é ensinar o homem conhecer a VERDADE.

Devemos primeiro reconhecer quem somos, para depois ir atrás do que queremos ser. Necessitamos conhecer a verdade. Que é a verdade? Perguntado a Jesus Cristo, Ele se calou. Perguntado a Buda, deu as costas e se retirou.

A Verdade não é questão de discurso. Não é coisa que se demonstra com a leitura de um livro. Nem muito menos se transmite com vão palavrório insubstancial de conversa ambígua. A Verdade é o desconhecido do instante. Conheceis a Verdade e essa os libertará.

3 respostas para "O enigma da existência – O mistério para solucionar"

  1. ydecazio Enviado em 12/28/2017 às 18:26

    Há uma frase no apocrifo de Tome, atribuída a Jesus; “Quem busca a verdade nunca deixe de buscar, ao encontrá-la ficará estupefato, depois alcançará o equilíbrio e reinará sobre o Todo”. Talvez a verdade não seja agradável, talvez absurda, possivelmente amarga, por isso quem dela se serviu não a ofereça para degustação. Assim é facultado a cada um habilitar o paladar .

  2. marcio "osbourne" silva de almeida Enviado em 01/15/2018 às 07:42

    Questões existencialistas!!Nada de mais!!O corpo perece, o nome é imortal,fica pra posteridade pelas obras, pelo conhecimento de cada ser humano; questões relativas a Karma/Dharma. Comum pra qualquer ser humano, seja famoso ou anônimo!!!!

  3. Ana Fábia Enviado em 09/21/2018 às 08:19

    A estrutura da existência tem suas bases sobre nossa própria identidade e a três enigmas.

Deixe uma resposta

*