Artigos

Tatwas. Como usar as vibrações cósmicas a nosso favor?

Tatwas. Como usar as vibrações cósmicas a nosso favor?

 

Tatwas e as Vibrações do Éter ou Energia Cósmica

Nosso corpo etérico está formado por Tatwas, os quais são originados por diferentes estados vibratórios do éter.

Vamos começar desde o princípio, da vibração; dando-lhe uma exata posição na grande conformação universal até nós.

Quando nós ouvimos frases como estas: “Você tem direito a triunfar… O Espírito deve vencer a matéria…”, etc., nós não podemos aceitar a miséria, ela é própria dos espíritos fracassados.

Quando o Espírito vence a matéria, o resultado é a Luz, o esplendor, o triunfo completo econômico, social e espiritual.

Temos dito que constantemente somos irradiados por energias que podemos canalizar de forma consciente, que servirão para nosso benefício.

Deduzimos que devemos conhecer esse funcionalismo energético para poder manejá-lo. É necessário conhecer a Lei da Vibração Universal.

Aprendendo o manejo dessas vibrações se pode resolver favoravelmente todos os assuntos da vida.

A missão do homem é encarnar o verbo; a terra é tão só uma condensação do verbo.

A matéria primordial está representada pelas Águas de todos os Gênesis Religiosos, este princípio é a energia Cósmica, que é vibração; movimento elétrico, luz e calor. Magnetismo universal. Vida que palpita em todo o existente.

Esta grande vida se conhece com o nome de Prana. Ela se transforma em uma substância azul intenso muito divina, seu nome é Akash.

Vemos como isso que é o atributo do Akash é o som, e este vem do Logos. Akash é realmente a condensação do som. É a causa primária de todo o existente; é a radiação ígnea da matéria primordial.

No homem, Akash está contido também em sua matéria primordial, em sua semente.

Sem Akash é impossível concretizar e cristalizar o som. Dele advém todas as existências.

Por cima do Akash se encontra o elemento radical da matéria. Akash é uma substância maravilhosa que preenche todo o espaço infinito e que quando se modifica se converte em Éter.

Tudo é vibração do éter; tudo vem do éter, tudo volta ao éter.

O éter, quando se modifica, se converte por sua vez nisso que chamamos Tatwa.

Tatwa, palavra indostânica, é Vibração do Éter.

Existem sete tipos de vibração do éter ou Tatwas:

Akash, é o princípio do éter.

Vayu, é o princípio etérico do ar.

Tejas, é o princípio etérico do fogo

Prithvi, princípio etérico do elemento terra.

Apas, princípio etérico do elemento água.

Anupadaka (o Samadhi)

Adi.

Baseando-se em todo o exposto, podemos dizer que:

Vayú é a causa do ar e do movimento.

Tejas é o éter do fogo animando as chamas.

Prithvi é o éter do elemento terra acumulado nas rochas.

Apas é o éter da água.

A condensação, a cristalização dos tatwas no mundo tridimensional, dá origem aos elementos físicos da natureza: fogo, ar, água e terra.

Antes que se condensasse o globo planetário com seus quatro elementos, existia com todos esses elementos em estado etérico.

Os Tatwas são a alma dos elementos, é a causa em si dos elementos. Esses elementos existem em todos os planos da consciência cósmica, ou seja, são chamados Tatwas nos mundos internos.

Os Tatwas e os chakras estão intimamente relacionados, já que os Tatwas entram nos chakras e logo passam ao interior das glândulas de secreção interna, intensificando o trabalho desses minúsculos laboratórios endócrinos, transformando-se em hormônios.

Os Tatwas entram no organismo, porém não voltam a sair dele, eles se transformam em gens e cromossomos também.

Vemos com tudo isso a importância que tem uma boa disposição para aceitar a nível consciente essa energia para nosso benefício.

Um apropriado conhecimento das propriedades dos Tatwas, nos permite sua aplicação prática em duas formas diferentes, a saber:

1°- Na natureza exterior.

2°- Em nosso corpo físico.

Os negócios, o amor, a saúde, etc., estão controlados pelas vibrações cósmicas.

Se você conhece as leis da vibração da vida, se conhece os Tatwas, pode modificar certos aspectos da existência.

 

Propriedades dos Tatwas e suas aplicações práticas.

 

Akash: é bom para a meditação exclusivamente. A essa hora se aconselha muita oração.

Não tenha encontros de negócios, nem de amor, fracassarão ambas inevitavelmente.

Este Tatwa nos faz cometer gravíssimos erros; se trabalhamos durante esse período devemos ser muito cuidadosos.

Tudo o que começa em Akash fracassará. É o Tatwa da morte.

 

Vayu: Velocidade e movimento, é sua correspondência. Os ventos, a navegação, a navegação aérea.

Durante esse período as pessoas gozam falando mal do próximo, enganando, roubando, etc… Por comum os acidentes aéreos ocorrem nesse período. Os suicidas são estimulados por esse Tatwa.

Aconselhamos que não se case durante esse tipo de vibração, porque o matrimônio seria de curta duração.

Toda classe de negócios sensíveis e rápidos resultam muito bons em vayú. Os negócios complicados e de longa duração resultam um fracasso.

É bom fazer trabalhos intelectuais durante esse período.

 

Tejas: Durante esse período sentimos mais calor; podem banhar-se em água fria em tejas e não se resfriarão jamais.

Não discuta com ninguém em tejas, porque as conseqüências podem ser graves.

Se emprega essa hora para trabalhar intensamente.

Não se case em tejas, terá constantes brigas com seu cônjuge. As explosões e acidentes mais terríveis ocorrem neste período, do Tatwa tejas.

 

Apas: é maravilhoso para compra de mercadorias é também maravilhoso para os negócios. Se pode conseguir muito dinheiro se sabemos aproveitar esse Tatwa.

As viagens por água resultam boas; as chuvas que começam em apas resultam ser longas e fortes.

Esse Tatwa obra concentrando e atraindo.

 

Prithvi: é o Tatwa do êxito na vida.

Se queremos triunfar nos negócios, façamos-os em prithvi.

Se queremos Ter boa saúde, comamos e bebamos neste período.

Os matrimônios que se realizam em prithvi se fazem ditosos para toda a vida. Toda festa, toda conferência, toda encontro que se realize nesta hora, será um êxito completo.

Prithvi é amor, caridade, benevolência.

Os Tatwas Adi e Samadhi vibram durante a aurora, são excelentes para a meditação.

 

Horário Tátwico

As vibrações dos Tatwas começam com a saída do sol.

Cada um dos Tatwas vibra durante 24 minutos em um período de 2 horas.

1° Akash

2° Tejas

3° Vayu

4° Apas

5° Prithvi

Às duas horas volta a vibrar Akash e se repete a sucessão dos tatwas, na mesma ordem.

Os tatwas vibram de dia e de noite e é necessário saber a hora da saída do sol.

 

Prática para visualizar os Tatwas

1°- Sente-se ante uma mesa, com o rosto para o Oriente.

2°- Apoie os cotovelos sobre a mesa.

3°- Introduza os dedos polegares de ambas as mãos nos ouvidos.

4°- Com os dedos índices, tampe os olhos.

5°- Com os dedos médios, tampe as fossas nasais.

6°- com os dedos anular e mínimo, feche os lábios.

Procedimento:

Inale lentamente contando até (20).

Retenha o alento e conte de 1 a 20.

Exale lentamente, contando de novo até 20.

Durante a retenção, os dedos médios devem fechar herméticamente as fossas nasais.

É necessário que durante a retenção do alento se trate de ver os tatwas com o terceiro olho.(O entrecenho).

Se deve reconhecer as cores:

Akash é negro.

Vayu é azul esverdeado.

Tejas é vermelho como o fogo.

Prithvi é amarelo ouro.

Apas é branco.

Yogananda aconselha que se faça o mantram OM para essa prática. (OOOOOMMMMM).

Com essa prática também se desenvolve a clarividência e o ouvido mágico.

Podemos afirmar igualmente que o melhor horário é o da natureza:

Dias de ventania e furacões estão influenciados por Vayú.

Quando faz calor intenso e muito sol, está vibrando Tejas.

Dias primaverais, cheios de muita beleza são de Prithvi.

Dias de muita chuva são de Apas.

Horas de tédio e monotonia são de Akash.

 

 

Leia mais sobre a cristalização dos tatwas nos elementos da natureza e como trabalhar conscientemente com eles por meio da Magia Elemental

5 respostas para "Tatwas. Como usar as vibrações cósmicas a nosso favor?"

  1. Gilberto Enviado em 12/10/2016 às 22:03

    Oi mestres . li sobre estes elementos ,mas ainda não compreendi perfeitamente .Seria possível explicar por aqui ou só mesmo em aula presencial? Obrigado

  2. Arnaldo Enviado em 07/08/2017 às 11:28

    Moro em Jequié no interior da Bahia, existe algum “calendário”, ou “relógio” que marquem essas horas do Tattwas para essa região? Ou se existe algo do tipo? Como um relógio ou tabela? muito grato desde já.

  3. Gustavo Badke Enviado em 08/16/2017 às 17:15

    Para se aprofundar mais sobre essa ciencia pode ler o livro do VM Huiracocha https://www.dropbox.com/s/6uvrwq5555c0wt4/O%20Tatwametro%20%28portugues%29.pdf?dl=0

  4. Anderson Rodrigues da Costa Enviado em 10/17/2017 às 12:47

    Bom dia, paz inverêncial .

    Não entendi essa parte :

    ” Cada um dos Tatwas vibra durante 24 minutos em um período de 2 horas. “

    • Guilherme Enviado em 10/20/2017 às 12:37

      Olá Anderson, A cada 24 minutos vibra um Tatwa diferente, se repetindo o ciclo a cada 2 horas

Deixe uma resposta

*