Artigos

Viva mais e melhor aprendendo o Equilibrio Biopsíquico

Viva mais e melhor aprendendo o Equilibrio Biopsíquico

Biognosis é uma área da Doutrina Gnóstica que tem como objeto de estudo o organismo humano em seus aspectos psico-fisiológicos. Ela nos ajuda a entender como funciona a nossa máquina humana para que, através da compreensão de sua anatomia e do funcionamento de seus principais órgãos e sistemas, possamos manejá-la com equilíbrio, de forma harmônica e saudável e consequentemente ter mais longevidade e qualidade de vida.

Sabemos que o corpo físico é um organismo tão complexo que até hoje desafia os cientistas, pois ele é a máquina mais complexa e mais perfeita que o homem já viu. A máquina humana é composta de cinco cilindros, ou cinco centros. Cada um dos cinco cilindros da máquina possui características próprias, funções, valores, localização e até velocidades distintas de resposta.

O centro intelectual se localiza no cérebro. Este centro é responsável pelas funções de pensamento, raciocínio, lógica. É ele que entra em atividade quando estamos estudando, aprendendo, ensinando, conceituando, memorizando… todas essas atividades são próprias do intelecto. Muito se elogia o pensamento, mas, em realidade, o centro intelectual é o mais lento de todos.

Depois temos o centro motor, que tem base na parte superior da espinha dorsal. Quando uma pessoa sofre lesão nesta parte da coluna, perde todos os movimentos do corpo, pois este é centro do movimento, responsável por todas as nossas atividades físicas, coordenação motora, dinâmica, hábitos. Em questão de velocidade, o centro motor emparelha-se ao instintivo.

Este terceiro centro é o responsável pelo processamento de todos os nossos instintos, se localiza na parte inferior da espinha dorsal. As funções autônomas do nosso organismo também são coordenadas por este centro, como a respiração, a digestão, o sono, a fome e a sede.

O quarto centro é o emocional que reside no plexo solar, na altura do umbigo. É o segundo mais veloz que temos, ele responde por todos os nossos sentimentos e emoções. Tudo o que sentimos passa pelo centro emocional e causa em nós uma reação.

O quinto e último centro é o sexual, localizado nos órgãos sexuais. São responsabilidade deste centro as atividades de reprodução e regeneração. É o mais rápido de todos, o que responde em uma velocidade muito superior aos demais. A atração entre homem e mulher ocorre em frações se segundos. E, tal como ocorre com outros animais, a mulher é capaz de num piscar de olhos saber se o parceiro lhe atrai ou não sexualmente.

O duelo dos centros

Cada centro está dividido em duas partes: uma positiva e outra negativa, ou seja, há entre eles um dualismo. Todo o trabalho do centro intelectual divide-se em duas partes: afirmativa e negativa, sim e não, tese e antítese. No centro instintivo, existe a mesma luta, porém entre as sensações agradáveis e desagradáveis que estão relacionadas com os cinco sentidos: visão, audição, olfato, paladar e tato. No centro motor, existe um duelo entre o movimento e o repouso. No centro emocional, existem emoções boas e ruins. No centro sexual, existem, em eterno conflito, a atração e a repulsão, a castidade e a luxúria.

O abuso dos centros e suas consequências

Cada um dos centros possui um capital vital, que é uma quantidade de energia depositada nele para que possa trabalhar. Todas as vezes que utilizamos esses centros, gastamos a energia que eles possuem e, se abusamos, os danificamos. O abuso do centro intelectual leva a loucura, demência, perda de memória. O abuso do centro motor leva a perda de coordenação motora, de movimento dos membros, danos na coluna; o abuso do centro instintivo leva a desequilíbrios no funcionamento do organismo, frieza, perda de reflexo; o abuso das emoções leva ao desespero, a doença dos nervos, depressão… O abuso do centro sexual, além de causar impotência, é ainda mais grave, pois a energia desse centro é a que abastece todo o corpo.

Aprendendo a viver com equilíbrio

Toda máquina precisa de um comando. Quem comanda a nossa? Infelizmente, enquanto dorme a nossa Consciência, é o Ego quem controla todas as funções de nosso corpo. Ele se manifesta nos cinco cilindros, roubando nossa energia vital e se robustecendo cada vez mais.

Por isso, o primeiro que devemos fazer para recuperar o comando desta máquina tão maravilhosa que é o corpo humano é praticarmos a auto-observação, de momento em momento. Assim perceberemos a expressão dos nossos defeitos psicológicos e poderemos inibir suas ações, preservando o capital energético.

Também precisamos aprender a viver com equilíbrio, sem abusar da utilização desses cilindros. Por exemplo, não devemos passar mais que duas horas seguidas utilizando o centro intelectual, com estudos excessivos, muitas preocupações e pensamentos desordenados, tudo isso desgasta o capital vital do intelecto.

O ideal é praticarmos a ‘troca dos centros’, assim, poderemos trocar os estudos por alguns minutos de caminhada ou de outra atividade que exercite o centro motor. O contrário também vale, se estivermos praticando uma atividade física por muito tempo, podemos danificar o centro do movimento, o ideal seria relaxarmos e fazermos uma boa leitura.

Combinando tudo isso à prática diária da Meditação, vamos colher excelentes resultados, desenvolvendo uma forma de vida mais harmoniosa e equilibrada, sem prejudicar nossa saúde e sem permitir a expressão de nossos inúmeros egos. Com isso, teremos mais força e energia para conquistar a Revolução da Consciência.

Conscientizar-se de todos os processos dos eus nos cinco cilindros da máquina é o mesmo que tornar consciente o subconsciente”.                                                                                                                                             VM Samael Aun Weor.

Uma resposta para "Viva mais e melhor aprendendo o Equilibrio Biopsíquico"

  1. miriam b silva Enviado em 12/22/2017 às 21:22

    MUITO BOM!

    OBRIGADA.

Deixe uma resposta

*