fbpx

Artigos

A existência de Deus nos Elementos da Natureza

A existência de Deus nos Elementos da Natureza

elementos

A vida, como emanação divina, se encontra depositada em todo lugar, disposta a germinar e a colaborar com a natureza nos seus múltiplos elementos e processos da evolução.

Cientificamente está comprovado que os elementos que chamamos mortos, como, por exemplo, as matérias ou corpos, sejam humanos, animais ou vegetais, são organismos que, depois da morte passam por uma decomposição e desintegração, liberando a energia que neles existia para o funcionamento desse organismo.

A natureza é tão pródiga que não deixa espaços na terra sem que sejam cobertos por um tipo de vida ou organismo, para satisfazer essa necessidade da epiderme de nosso planeta.

É necessário conhecer e compreender que Deus e a natureza necessitam dos quatro elementos para cumprir com essa enorme missão de dar vida.

elementos

Todo mundo conhece esses elementos que se movem nos diferentes lugares sobre a Terra, e nela mesma, e que existem em cada um de nós, cumprindo com o imenso labor de estabilizar as diferentes manifestações de Deus-Vida.

 Elemento Terra:

Esta matéria pode ser medida cientificamente em volume, peso, substância e vibração.

Pode-se realizar análises da quantidade e capacidade de nutrientes que possui e detectar suas deficiências; isto o faz sobretudo o agricultor, que deseja semear na terra determinados produtos agrícolas e, certamente obter boas colheitas.

A Natureza já fez este estudo e possui, por exemplo, nos solos ácidos, seu tipo de vegetação; nos solos que carecem de cálcio, nitrogênio ou fósforo uma vegetação que possa adaptar-se a este tipo de terreno e assim sucessivamente.

Nós, os humanos, podemos modificar as terras com métodos artificiais, para que sejam aptas para o plantio que queremos realizar.

 Elemento Água:

Nós podemos tirar de um rio, por meio de bombas ou outros artifícios, quantidades do mesmo para regar nossas plantações, para os aquedutos, inclusive até se pode mudar o leito de um rio.

Sabe-se que a vida emergiu das águas; há alguns textos que nos ilustram isto. As Sagradas Escrituras dizem que no começo o mundo estava coberto de águas e trevas; foi então quando o Criador ordenou que as águas se separassem das águas, formando-se os mares, os rios e arroios.

Se a água é de tanta transcendência para a vida orgânica e, como já dissemos, a vida emergiu das águas, não é uma exceção que ocorra o mesmo na OBRA que cada um de nós está realizando.

Elemento Ar:

Em navegação acontece um fenômeno que os marinheiros conhecem muito bem; quando se viaja em um barco a vela, em direção ao sul, porém o vento vai para o norte, é necessário acondicionar as velas, para aproveitar sua força no sentido contrário.

Isto nos mostra que podemos aproveitar as forças deste elemento para nos beneficiar do mesmo. Na navegação aérea acontece o mesmo, vemos como o ar é capaz de sustentar um enorme avião de duzentas, trezentas toneladas, como resultado do movimento que o aparato leva em concordância com o elemento.

Elemento Fogo:

Podemos observar que uma vela, por pequena que seja, possui uma mínima chama que se sustenta fixamente; se comparamos essa chama com o fogo que move uma locomotiva ou uma central termoelétrica, encontramos que se trata do mesmo fogo.

Querido leitor, se deteve a perguntar-se qual é o fenômeno oculto que exercem estes quatro elementos da natureza? Pois os ocultistas sabemos que a energia ou vibração contida neles se chama Deus.

O Elemento Terra em sua parte oculta tem sua alma e vida em abundância, estes são seus elementais, os Gnomos e Pigmeus, obreiros da terra que elaboram e produzem essa energia. Na Água essas criaturas se chamam Ondinas e Nereidas; no Ar, Silfos e Sílfides; no Fogo, Salamandras do Fogo.

elementos

Como já dissemos, o homem pode elaborar sistemas para se servir destes elementos nas diferentes atividades da vida.

Só necessita medir com precisão a quantidade ou volume do elemento que vai utilizar.

Por exemplo, a luz de uma vela não move uma locomotiva, o ar que move um ventilador não faz andar um bote.

A água que temos em uma banheira não pode ser utilizada para mover uma turbina hidroelétrica.

O potencial da terra em que semeamos uma planta não é comparável ao de um hectare da mesma terra.

O ser humano pode fazer sábia utilização destes elementos que se encontram nele e que se correspondem na seguinte ordem:

elementos

Corpo Físico, elemento terra:

Se a este veículo lhe subministramos as deficiências que tem mediante as substâncias, sais e minerais que se encontram no espermatozoide, podemos dar-nos conta de que assim como suprindo a terra destas deficiências a tornamos apta para dar fruto, assim acontece ao corpo, porém estes nutrientes só encontramos na força sexual.

Com o elemento Água ocorre o mesmo e se relaciona com o corpo vital;

Canalizando nossas águas genéticas, para dentro e para cima, podemos regar esses terrenos estéreis que estão em nós para que a semente que estamos semeando seja frutífera.

Com o elemento Ar, Corpo Astral:

Acontece igual. Se nós somos donos do que pensamos e do que sentimos (pensamentos e emoções), a barca de nosso destino sempre terá uma meta definida, viajar de norte a sul, de ocidente a oriente sem o perigo de que naufraguemos ou cheguemos a costas adversas em nosso trabalho.

Esoteristas, entendam o que aqui queremos lhes dizer!

Com o elemento Fogo, Corpo Mental:

Acontece igual. Este elemento produz em nós dois efeitos que estão definidos, nos devora e destrói pelas paixões animais ou nos purifica pela graça.

Elementos

A presença de Deus nestes elementos é o que faz que, tanto na natureza exterior como no planeta ou em nós, a vida seja fecunda.

Luz nas Trevas – V.M. Lakhsmi

Saiba mais sobre esse tema, clique aqui e aqui!

Acompanhe nosso canal no Youtube

Uma resposta para "A existência de Deus nos Elementos da Natureza"

  1. irene Enviado em 04/10/2020 às 09:29

    Devo confessar, que historias dos elementais, pra mim eram apenas histórias infantis, antigas. Mas, hoje com a busca da minha espiritualidade, vejo que estou dentro de uma minúscula caixinha.
    Estou me esforçando o máximo para ampliar minha espiritualidade.
    Verdadeiramente, eu espero poder continuar aprofundando nesses conhecimentos que vocês, enquanto Gnosis, estão me proporcionando.

    Obrigada por tudo!
    Bom dia!

Deixe uma resposta

*