fbpx

Artigos

Metodologia Gnóstica

Para se compreender o que é a ‘Metodologia Gnóstica’ deve em primeiro lugar perceber que a mesma significa o estudo dos métodos, ou seja, a ciência que trata das etapas a serem seguidas para atingir  a compreensão.

Praticar a metodologia na nossa vida implica necessariamente em alcançar o conhecimento.

Tudo o que temos contato, desde a simples curiosidade até um fato científico, faz parte do mundo da informação. Ocorre que, estar informado não significa ter conhecimento, pois este ultimo é o resultado do processamento da informação por meio de uma metodologia específica.

Para tal, temos que levar em conta que a informação é o primeiro contato, enquanto que conhecer é aprofundar, é saber a origem e o verdadeiro significado. Para que consigamos atingir o conhecimento é necessária a superação da informação.

Assim, tão logo cheguemos a origem dos fatos e a certeza de que conhecemos o significado da informação, alcançamos uma etapa mais profunda que é a sabedoria, sendo esta o ponto final das etapas da metodologia e não pode ser adquirida por livros e nem por teorias, pois é parte da experiência direta e das conclusões de cada um.

Portanto para que possamos adquirir a sabedoria, devemos ter como hábito a transformação da informação em conhecimento e o conhecimento em sabedoria.

A Metodologia Gnóstica segue o processo de transformar informação em sabedoria, por meio da auto-observação, do autoconhecimento e do despertar da consciência.

“Aquele que não se interessa pelo despertar, é somente um cadáver adiado” (Fernando Pessoa).

A partir da prática da auto-observação, nos é aberta a possibilidade de autoconhecimento e de percepção do que está oculto em relação aos fenômenos que permeiam a natureza, as relações sociais e, em geral, cada detalhe da vida.

O ponto forte da metodologia gnóstica é a constância da vivência da frase: “Homem conhece a ti mesmo e conhecerás o universo e os Deuses”.

Com a prática da auto-observação, do autoconhecimento, conseguiremos ultrapassar o acaso e construímos nosso próprio destino, já que ao percebermos de forma clara o que nos move e impulsiona a todos, e aos próprios eventos diários, podermos agir na raiz de cada circunstância. Somos automaticamente capazes de interagir com equilíbrio e não emocionalmente movidos por processos psicológicos subconscientes e desconhecidos para nós.

Pela falta de conhecimento e pelo excesso de informação, estamos nos tornando seres desprovidos de sabedoria, sendo vítimas de circunstâncias, restando-nos somente a angustia da nossa ignorância e as consequências da mesma.

É nesse ponto, que podemos apoiar-nos na metodologia gnóstica, como um instrumento de ajuda para este processo de transformação que vem a ser uma mudança da nossa psique, por nos proporcionar uma ampla visão do mundo, e passamos a ser atores principais da nossa vida e não mais coadjuvantes. Atuar como coadjuvante de nossa própria existência é deixar as circunstâncias comandarem as nossas vidas. Quando percebermos, a vida simplesmente passou.

Portanto, o exercício da metodologia gnóstica é uma pratica para que possamos viver a vida intensamente, através do desafio da extração da sabedoria em cada fato ocorrido em nosso diário viver.

metodologia-gnostica_zps697d5908

etapas da metodologia gnóstica

 Mariângela da Silva Santos

2 respostas para "Metodologia Gnóstica"

  1. Anderson Rodrigues da Costa Enviado em 01/28/2018 às 17:13

    Muito bom.

  2. Gutemberg Enviado em 07/14/2019 às 17:45

    “Aquele que não se interessa pelo despertar, é somente um cadáver adiado” (Fernando Pessoa).”

    Não necessariamente, quando o discípulo está pronto o Mestre aparece. Tudo no seu tempo e no seu ritmo até o contato com o conhecimento e a inquietude do despertar.

Deixe uma resposta

*