fbpx

Artigos

Saber Viver

bracos_abertos

Desvendar os mistérios da vida certamente não é uma tarefa muito fácil; com este mesmo objetivo muitos sábios e mestres da humanidade nos tem deixado através de muitos esforços as “pegadas” para que cada um busque sua própria verdade.

A vida é um enigma e nela todos buscamos a verdadeira felicidade, porém qual o caminho certo para chegar até ela?

Encontramos na sociedade muitos contrastes que assombram. Indivíduos às vezes muito ricos, com belas mansões, magnífica esposa e preciosos filhos , no entanto, não são felizes. Outros são pobres, não possuem uma bela casa, um bom carro, não desfrutam muito dinheiro a não ser o necessário para suas despesas e são felizes em seu lar; seus filhos são pobres, porém limpos e asseados, suas esposas são trabalhadoras e sinceras.

Quantas pessoas que possuem muito poder não desfrutam de liberdade e paz, e têm sempre que andar com seguranças por todos os lados?

Analisemos mais além, pois há ricos felizes e muitos pobres infelizes também… O ser humano, para ter êxito na vida, depende de três necessidades básicas e independentes que são: DINHEIRO – SAÚDE – AMOR.

Quantos têm dinheiro, porém não tem saúde? E nem sempre o dinheiro a compra.. Quantos tem saúde de sobra e passam por sérias necessidades financeiras? E quantos outros desfrutam de saúde e muito dinheiro, mas não desfrutam de amor..?

Analisando todas estas questões, vemos que a vida não é composta apenas de circunstâncias, fatos, lugares e pessoas senão que muito mais ainda de estados interiores, estados de consciência. Estes são: alegria, tristeza, a felicidade tão almejada por todos nós, a verdadeira paz, amor, misericórdia; o ódio, as emoções negativas, etc… Há que conhecer esses estados dentro de nós mesmos.

Isso de nascer, crescer, reproduzir, envelhecer e morrer não teria sentido algum se não soubermos combinar sabiamente os eventos exteriores com os estados interiores. Podemos estar em uma festa ou em um momento muito esperado de nossa vida e mesmo assim estarmos melancólicos ou preocupados com outra circunstância ou então sentirmos que no fundo faltou algo.

Poderíamos também estar em um velório e rindo ou pensando em outros assuntos, ou seja, não temos o correspondente estado interior para cada evento e assim a vida vai passando como se nunca nos preenchesse de verdade.

A grande maioria das pessoas encara a vida como um fim em si mesma, vivem mecanicamente, reagindo a tudo que lhe sucede. Se alguém nos insulta, reagimos irados, e se nos elogiam sorrimos vaidosos. Isto demonstra que não temos individualidade, somos vítimas das circunstâncias.

Se quisermos viver com sabedoria temos que saber conciliar os eventos exteriores com os estados interiores aqui e agora. “O exterior é o reflexo do interior” e para transformar as circunstâncias é indiscutível transformar nossos estados mentais, emocionais e psicológicos.

Outro ponto é lutarmos por nossa iluminação interior. Dizem as sagradas escrituras: “Buscai a iluminação e todo o resto vos será dado por acréscimo”. Para isso devemos conhecer o que é a MENTE e o SENTIMENTALISMO. Todos os problemas da vida queremos resolver por nossa conta, ou seja, com o intelecto ou por meio das emoções sem dar nenhuma oportunidade a voz do silêncio, ao Ser interior, a nossa própria consciência.

A mente cria os problemas, nós os alimentamos ainda mais pensando nos mesmos, porém quanto mais pensamos mais distantes da solução estamos. Nossa mente necessita ser mais passiva, receptiva, para que advenha a intuição do coração. Isso é meditar e nos conduz ao despertar da consciência.

Para encerrar, podemos afirmar que a ciência de Saber Viver está em viver cada momento, aqui e agora, cada dia como se fosse o último de nossa vida. Não podemos mudar o passado e nem tão pouco viver no futuro, o único que é real e que podemos viver é o instante presente.

O excesso de passado nos causa depressão e excesso de futuro nos gera ansiedade, a pré…ocupação (ocupar-se antecipadamente) que de nada serve e nada resolve. Viver o presente! Esta é a cura de todos os males da mente, quem vive aqui e agora vive de verdade e está a caminho do despertar da consciência.

Desta forma faremos de nossa vida uma verdadeira arte, transformando ódio em amor, preguiça em vontade, pessimismo em fé e esperança,etc.. Não ficaremos mais presos as mesmas circunstâncias uma vez que estamos cortando pela raiz a causa das mesmas e de todos os nossos sofrimentos.

Assim como a roseira extrai os minerais e nutrientes do “lodo da terra” transformando-os depois em magníficas rosas, aroma e beleza, seremos nós artistas de nós mesmos, transformando nossa forma de pensar,sentir e atuar como numa verdadeira e autêntica arte de viver.

Alexandro de Souza Araújo

Instrutor Gnóstico

2 respostas para "Saber Viver"

  1. Valério Enviado em 03/30/2015 às 19:36

    Mas a vida se torna bem mais fácil tendo, dinheiro, saúde e amor, sem sombras de dúvida

  2. Olavo Enviado em 12/21/2016 às 22:30

    Interessante.

Deixe uma resposta

*