Artigos

A Mãe Cósmica

A MÃE CÓSMICA

Divina Mãe Cósmica

Deus não tem figura nenhuma. Deus é Coessencial com o Espaço abstrato absoluto. Deus é aquilo… aquilo… aquilo…

Deus tem dois aspectos: Sabedoria, Amor. Deus como Sabedoria é Pai. Deus como

Cristo é o filho de Deus. Cristo não é um Indivíduo. Cristo é um Exército. Cristo é o Exército da voz. O verbo.

Antes que raiasse a Aurora do novo dia Cósmico, o Pai, a Mãe e o Filho eram Um, Aquilo… Aquilo… Aquilo…

Deus como Pai reside no olho da Sabedoria. Este olho está situado entre as duas sobrancelhas.

Deus como Mãe reside no Templo-Coração.

Sabedoria e Amor são as duas Colunas Torais da grande Loja Branca.

Dentro de cada ser humano existe um soldado do Exército da Voz. Esse é o Cristo interno de todo Homem que vem ao Mundo.

O homem Sétuplo é tão só a sombra pecadora desse soldado do Exército da Voz.

Necessitamos encarnar o Homem-Sol, o Cristo interno. A Mãe Divina nos ajuda. Pedi e recebereis, batei e abrir-se-vos-á.

Deus como Amor é Ísis, a quem nenhum mortal levantou o véu. Quem se atreveria a levantar esse véu terrivelmente divino? Ai dos profanos e dos profanadores que se atrevam sequer a tocar o véu de Ísis!

Quando o Devoto faz seus rogos à Mãe Divina, deve ter sono e estar submerso em profunda meditação interna. O verdadeiro devoto não se levanta de sua cama, não come nem bebe até receber a resposta da Divina Mãe.

A Mãe Cósmica não tem forma, mas agrada-lhe tomar alguma forma para responder ao suplicante. Pode apresentar-se como Ísis, Reia, Cibele, Tonantzin, Maria, etc. etc. etc.

Depois que a Divina Mãe deu sua resposta ao devoto, desintegra sua forma instantaneamente, porque não necessita dela.

A Divina Mãe é o segundo aspecto d’Aquilo, e se chama Amor. O amor é uma substância que é Coessencial com o Espaço Abstrato muito profundo.

A Divina Mãe não é uma Mulher, nem tampouco algum Indivíduo. É unicamente uma Substância incógnita.

Qualquer forma que Isso tome se desintegra instantes depois. Isso é Amor.

Deus-Mãe é Amor. Deus-Mãe nos adora, nos ama terrivelmente. A Deusa Mãe do mundo sobe pelo canal medular convertida em serpente de fogo quando trabalhamos com o arcano A.Z.F.

A Deusa Mãe do mundo é Devi Kundalini.

A Divina Mãe leva seu menino em seus braços amorosos. O Cristo interno de cada homem é esse Menino. A Mãe é Aquilo… Aquilo… Aquilo… Ísis… Amor… Mistério…

O devoto que quiser poderes deve pedi-los à Divina Mãe. O verdadeiro devoto se humilha perante Deus-Mãe.

Se o devoto verdadeiramente resolve corrigir seus erros e trilhar a senda da santidade, pode pedir à Divina Mãe perdão por seu Karma passado e a Mãe Divina o perdoa.

Mas se o devoto não se corrige nem segue a senda da santidade, é então inútil pedir perdão à Mãe Divina, porque ela não o perdoa.A Mãe Divina perdoa seus filhos arrependidos verdadeiramente. Ela sabe perdoar seus filhos porque são seus filhos.

Todo o Karma das más ações de passadas reencarnações pode ser perdoado pela Mãe Divina. Quando o arrependimento é absoluto, o castigo perde o efeito.

Deixe uma resposta

*