Artigos

A Iniciação: O Caminho Secreto da Magia

A Iniciação: O Caminho Secreto da Magia

A prática da magia é uma poderosa ferramenta para o autoconhecimento, além de estimular a consciência no processo do despertar.

A magia possui uma profunda relação com a Iniciação. Ao dominar os quatro elementos da natureza, por meio da Vontade, o mago precisa já tê-los dominado dentro de si mesmo, com a superação dos antagonismos de cada elemento, que consegue ao vencer as provas às quais ele é submetido na Senda Iniciática.

Nesse caminho, devemos considerar a prática como um aspecto essencial. Não são leituras que fazem um mago, ler é tão só uma parte do preparo. Nada impede que um indígena, o camponês, o cidadão comum, que não possuem uma robusta instrução intelectual, também possam praticar magia e obter resultados.

Às vezes, pequenas ladainhas, sem nenhuma razão filosófica, produzem grandes efeitos numa pessoa de fé. Quem nunca ouviu falar do curandeiro, do benzedeiro ou da pessoa simples que tinha o poder da benção?

Também devemos entender que a magia é uma herança das forças da natureza e não há lugar melhor para reaver essa herança que nos voltando à natureza. Todo mago tem, particularmente, um apreço profundo por tudo que é natural. Quando apreciamos a natureza, alimentamos a consciência que recobra suas forças e continua seu caminho.

Só através da prática, o micro pode refletir-se no macro e plasmar no plano físico sua vontade e consciência superiores, provocando, simultaneamente, mudanças internas e externas. Trabalhar com a Magia Prática é exercer o domínio das forças também nos planos metafísicos que, por sua vez, estão diretamente relacionados com os quatro elementos:

– Terra: é o próprio corpo físico.

– Água: vitalidade.

– Ar: astral – Emoções.

– Fogo: mental – Pensamentos.

“O Poder do Mago reside no seu universo interior”.

À medida de seu desenvolvimento, o mago vai desbravando esse universo e despertando as potencialidades contidas em sua consciência. O que ele busca é a transformação de si mesmo, a própria transcendência da vida.

 

A fé indispensável

É a prática disciplinada, o exercício da Vontade e a Fé que fazem o verdadeiro mago.

É normal que todo praticante tenha uma rotina diária de exercícios, pois assim como os músculos, sem treino, vão se enfraquecendo, os poderes mágicos, sem uma rotina de exercícios, tendem a perder seu alto potencial.

A prática nunca surtiria efeito se não for acompanhada da fé.

A fé move montanhas, disse o Grande Kabir. Assim, todo mago é uma pessoa de fé. A incredulidade, descrença, insegurança e medo são terríveis obstáculos da magia. Uma pessoa que pensa que não pode, já fracassou. Mas o otimista sempre extrai sabedoria de qualquer situação, mesmo que seja apenas para corrigir seus atos.

 

Viagem ao Microcosmo

Por último, um grande auxílio ao desenvolvimento mágico é: prestar atenção aos sonhos. Quando dormimos, nossa mente descansa, mas nossa consciência viaja e nessas viagens, aprendemos, experimentamos e verificamos segredos que até então desconhecíamos no físico.

Não trazer para memória física esses segredos é uma lástima para qualquer mago.

O Desdobramento Astral nos dá acesso a outras dimensões, àquilo que está dentro de nós mesmos. É aí que reside o poder do Mago. O autêntico mago opera dentro de si mesmo, no seu universo, no seu ambiente, para poder mudar o ambiente exterior.

 

De acordo com a Lei

Nesse contexto, temos que estar atentos aos propósitos daquele que opera as forças sutis. É preciso que haja um trabalho sério de eliminação dos defeitos para que a Grande Lei não seja transgredida. Se o propósito é egoísta, não se está manejando adequadamente a magia. Se faz em prol da humanidade, está operando essas forças de maneira adequada.

Eliphas Levi, grande mago que viveu no século XIX, disse que um mago negro (negativo) se auto envenenava para envenenar os outros. Com esse exemplo, fica o aprendizado. Se quisermos praticar maldades, devemosnos tornar uma pessoa má, violenta. Para isso, primeiro o mal necessita se robustecer dentro de nós.

Por isso, é fundamental que o trabalho psicológico esteja acompanhado do desenvolvimento dos poderes mágicos. Precisa-se de conhecimento, mas também de CONSCIÊNCIA e DISCERNIMENTO. O trabalho do esoterista, do autêntico mago, deve ser em concordância com a Lei Divina.

 

De onde vem a energia do verdadeiro mago?

“A energia mais sutil, mais poderosa, mais fina que se produz e é conduzida maravilhosamente pelo organismo humano é a energia sexual.” Samael Aun Weor

O mago precisa ter energia para criar ou manejar algo. Como uma pilha ou bateria vai fazer algo funcionar? Sem energia ele não é capaz de nada. Por isso que a base (fundação) do verdadeiro mago está na sua Energia Sexual.

Quando falamos isso, entramos no estudo da Ciência Alquímica.

Alquimia = Do árabe al(Deus) + khimia(misturar) = “Química de Deus”

Transmutação ou Transubstanciação =Transformar uma coisa densa em algo mais sutil.

A Alquimia faz parte da Magia. Os Alquimistas falam da transmutação do chumbo (algo denso) em ouro (energias sutis e elevadas). Eles modificavam suas energias internas. A mesma energia que faz com que brote um pé de laranjeira, um cavalo, um ser humano, em síntese, é a mesma energia contida no centro das estrelas durante o processo de criação dos universos.

Essas energias devidamente trabalhadas nos conferem o poder da TRANSFORMAÇÃO. O poder de deixar de ser uma máquina, um ser inconsciente e passar a ver o mundo com clareza. Não é um trabalho para um dia, um curso ou um ano. É para uma vida toda. Compreendendo a fonte do poder do mago entendemos todo o restante. Se aprendermos a trabalhar no universo em miniatura, poderemos trabalhar nas leis do macrocosmos.

 

Nos próximos artigos ensinaremos métodos para o desenvolvimento mágico

 

6 respostas para "A Iniciação: O Caminho Secreto da Magia"

  1. Evelyn Sathy Enviado em 06/01/2020 às 09:42

    Saudações.
    Tremendo artigo!

  2. Carlos Alberto Dias Enviado em 06/03/2020 às 20:43

    Estou aprendendo. Gratidão!

  3. Simone Enviado em 06/06/2020 às 21:41

    Um bom tempo atrás fui á casa de um senhor Mago dizendo que gostaria de aprender Magia e ele me indicou para leitura o autor Eliphas Levi. Agora estou eu aqui aprendendo de uma outra forma tendo o mesmo autor também como referência.

  4. Márcia DA SILVA ALVES Enviado em 06/10/2020 às 14:01

    Gratidão pelo texto. Não sabia sobre o lado de mago negro do Eliphas Levi.

  5. Paulo Afonso Magnago Enviado em 06/18/2020 às 10:56

    Estou fazendo o curso, tem sido transformador, gratidão pelo conhecimento partilhado.

  6. Mykaelle Enviado em 06/23/2020 às 01:41

    Que artigo maravilhoso! Mas.gostaria de entender a relação com a espada? É a do Rei Arthur??

Deixe uma resposta

*