fbpx

Artigos

Reflexões sobre o Natal

Reflexões sobre o Natal

Reflexões-sobre-o-Natal
A proximidade das comemorações natalinas nos trazem reflexões interessantes sobre as tradições dos festejos natalinos.
Bem sabemos que o Natal é uma data em que a maior parte da humanidade festeja o nascimento de Jesus de Nazaré, mas esotericamente falando o Natal representa muito mais do que uma data em que as famílias e os amigos se unem para trocar presentes e compartilhar momentos agradáveis.
Para o mundo além de tudo isto ainda é uma data comercial, uma das mais fortes do comércio. Os supermercados se preparam para o aumento das vendas de alimentos consumidos nesta data, as lojas de brinquedos aumentam seu estoque, os shoppings e centros comerciais alteram seus horários de funcionamento para atender o aumento da clientela e não é difícil encontrar estabelecimentos que funcionem dias 24 e 25 de dezembro, aumentando o número de funcionários. As pessoas saem às compras de Natal e muitas vezes gastam mais do podem e se endividam. São comemorações nas escolas, as famosas festinhas do serviço, e aquela animação entre as pessoas, em que costumeiramente se fala que o “espírito natalino” está mais vivo e que é uma época propícia para ajudar nossos semelhantes, fazer caridade, doar brinquedos para as crianças carentes, entre outros.
Os enfeites natalinos estão por todos os lugares; árvores de natal, luzes, presépios, decorações das mais simples às mais suntuosas, as propagandas de fim de ano veiculadas pelos canais de televisão, ofertas especiais nas lojas, as músicas de natal, os enfeites nas vitrines, enfim, se respira o “espírito de natal” em tudo.
Porém passada a data tão esperada, tudo volta ao normal. Os supermercados voltam às vendas normais, retiram seus enfeites; as lojas voltam à normalidade, e o “espírito natalino” desaparece para retornar apenas no ano seguinte.

Reflexões-sobre-o-Natal-gnosis-brasil
A época no Natal nos convida á uma reflexão sobre como a sociedade vê o Natal e o que de fato esse Natal representa para nós.
Esotericamente falando, o Natal possui um significado muito mais profundo, íntimo, do que imaginamos. O Natal é uma comemoração que remonta há muitos séculos, originalmente destinada a celebrar o nascimento anual do Deus Sol no solstício de inverno.
É necessário que este Natal aconteça dentro de cada um de nós, que esse Cristo possa nascer dentro de cada um de nós, pois o Cristo é uma força. Para que esta força nasça em nós, no nosso próprio estábulo interior, entre nossos agregados ou defeitos psicológicos, necessitamos trabalhar sobre nós mesmos. É isso que o Cristo espera de cada um de nós.
Esta época de festejos e reuniões nos convida a redobrar a atenção em nosso comportamento, observar a nós mesmos, para darmos o real valor a esta celebração. Celebrar com nossos amigos e familiares, presentearmos nossos entes queridos, porém não entrarmos em um consumismo desnecessário, um sentimentalismo que nada tem a ver com uma proposta de transformação real e séria. Que vivamos o Natal no recolhimento de nossos corações, em uma oração constante, em harmonia, com a alegria de estarmos comungando com esse Cristo através de um comportamento reto, mudando a nossa forma de sentir e de atuar, e sobretudo, eliminando de nós esses defeitos psicológicos que impedem o advento do Cristo dentro de cada um de nós.

Deixe uma resposta

*